Cultura

a cultura portuguesa

Podemos entender cultura popular como qualquer manifestação artística em que um povo atua e produz de modo ativo. Essas manifestações se dão por meio de danças, de comidas típicas, de músicas, de festas, de literatura e até mesmo de rituais religiosos. Essa forma de cultura está intimamente ligada à identidade de um país, de uma região, de uma localidade ou de um espaço específico. Todas essas manifestações surgem, portanto, na tentativa de preservar o imaginário folclórico de um determinado grupo. Essa preservação pode ocorrer de duas formas: pelas indústrias de massa ou pelo folclore em si.

A cultura popular e as indústrias de massa

As mídias têm um papel fundamental na disseminação de determinados tipos de cultura. Quando falamos em mídias, falamos em indústrias que visam lucrar com a identidade de um povo. A cultura torna-se mercadoria, que podem ser veiculadas dentro e fora desse povo. Um exemplo é o cinema português, que transmite um pouco do que é Portugal ao mundo e aos próprios portugueses. As músicas populares, por sua vez, aparecem como uma forma de cultura ao vivo, que vendem tanto aos locais quanto aos estrangeiros uma imagem do passado e do presente da região.

Folclore e identidade cultural

As músicas populares nos remetem, porém, à segunda forma de preservarmos a cultura popular: o folclore. As indústrias de massa que hoje conhecemos não existiam até bem pouco tempo atrás. Não havia a facilidade de assistir a um filme, de ouvir rádio ou de ver televisão. A identidade e a história de um povo era passada de geração para geração pela oralidade, por meio de atividades que atualmente entendemos como tradicionais. Danças e teatros ao ar livre são exemplos inclusos no folclore de um povo, assim como festas sazonais e demais atividades culturais que visam unir as pessoas.